Presidente da Câmara Municipal e Parlamentares de Praia Grande participam de Audiência pública 


Representantes do Executivo Municipal e Legislativo de Praia Grande, juntamente com o Grupo Mendes (administrador de shoppings centers) participaram na segunda-feira (26), de audiência pública para discussão sobre a remodelação do sistema viário no Bairro Mirim visando a implantação de um shopping center feito pela iniciativa privada. O público lotou o Auditório Eleno José Bezerra (380 lugares), da Colônia de Férias do Centro de Lazer da Família Metalúrgica de São Paulo e Mogi das Cruzes, (Avenida dos Sindicatos, nº 111), onde aconteceu o encontro. O evento contou com a presença do Chefe do Legislativo Ednaldo dos Santos Passos (SD) o Reco o Deputado Estadual Cassio Navarro – PSDB, acompanhado pelos Parlamentares, Hugulino Alves Ribeiro (MDB) o Hugo Ribeiro; Janaina Ballaris Silva (PT) a Janaina Ballaris; Marcelino Santos Gomes (MDB) o Marcelino; Isaias Moises dos Santos (PTB) o Isaias Cabelereiro; Leandro Avelino Rodrigues Cruz (PSB) o Leandro Avelino; Dimas Antônio Gonçalves (PATRI) o Dimas; Marco Antônio de Sousa (PMN) o Marquinhos; Sergio Luiz Schiano de Souza (PSDB) o Serginho Sim e Natanael Vieira de Oliveira(PRP) o Pastor Natanael.

Esta audiência representa o início do processo para a execução da obra, mas como explicou o secretário de Planejamento Nélio Del’Ártino, um dos coordenadores do encontro, o interesse dos empreendedores e a disposição do Poder Público irão viabilizar o empreendimento. “Praia Grande está vivendo mais um momento histórico, com a perspectiva de um novo shopping na Cidade. O prefeito Alberto Mourão e o Presidente da Câmara vereador Reco estão empenhados para que ele se concretize. A Cidade tem a área e localização privilegiadas. Está preparada para receber esse novo investimento, o shopping terá cerca de 140 mil metros² de área construída. O empreendimento ficará localizado na área entre as Avenidas Kennedy, Castelo Branco, 1º de janeiro e Álvaro dos Santos. Estão previstas 332 lojas e 2 mil vagas de estacionamento. A expectativa é de que, quando em atividade, gere 7,5 mil empregos diretos e indiretos, que representa não só mais um polo de negócios, mas um gerador de empregos e para a Prefeitura um arrecadador de tributos. Para os munícipes, além de mais um centro de lazer e compras, também traz o interesse dos empreendedores para o bairro e entorno, valorizando os imóveis em toda a região. A Prefeitura procurará, dentro dos meios legais, viabilizá-lo, no que se refere aos serviços públicos necessários. Tenho certeza que esse projeto alcançará o sucesso”.

Segundo informou o arquiteto Roberto Savielo, representante do grupo Mendes, o novo shopping terá 2 subsolos, térreo, 1º e 2º pisos. “Para melhor entendimento do tamanho deste empreendimento vamos fazer uma comparação: a área bruta de locação (que não conta áreas dos corredores de serviços e de público) do Shopping PraiaMar (Santos), é de cerca de 31 mil m², a do BrisaMar (S. Vicente) 16 mil m². O de Praia Grande terá 47 mil m²”.

Para atender à demanda que a infraestrutura local precisará a Prefeitura de Praia Grande está propondo algumas alterações no sistema viário. Como explicou o titular da Secretaria de Urbanismo, Alexander Ramos, que explanou sobre as alterações viárias, praticamente todas as secretarias se envolveram e, assim, foi realizada uma avaliação técnica e criado um projeto para atender as necessidades de todos os usuários. “Recebemos a solicitação do grupo, para que fosse feito um estudo com o objetivo de identificar as medidas necessárias para que a infraestrutura viária local atendesse a essa nova demanda. Identificamos a necessidade de melhorias. Os empresários entenderam e aceitaram adequar o projeto e trouxemos a proposta para a população conhecer e opinar sobre estas melhorias. Praia Grande é privilegiada em relação a outros municípios, por possibilitar estas mudanças na sua infraestrutura, minimizando os impactos de um investimento desta monta e assim manter seu ordenamento urbano. Isso é fundamental para o sucesso de um empreendimento como esse e, claro, para garantir a qualidade dos serviços públicos. Todos ganham”.

A proposta da Prefeitura, aprovada pela empresa, prevê o alargamento das vias utilizando áreas do terreno do particular: A Av. Pres. Kennedy, trecho em frente do projeto, passaria a dispor de três faixas de rolamento (atualmente são duas) e a rotatória (em frente à Prefeitura) dará lugar à um equipamento de acesso nos mesmos moldes do existente no bairro Aviação; a Av. Pres. Castelo Branco ganhará uma rotatória e quatro faixas de rolamento (duas em cada direção), hoje são duas; a Av. Álvaro dos Santos será alargada, ganhando novas faixas de rolamento, canteiro central e novo paisagismo e a Rua 1º de Janeiro passaria a dispor de cinco faixas de rolamento (hoje são duas). Nesta última se localizaria o sistema de carga e descarga das lojas.

Para o comerciante do Bairro Caiçara, Sergio Rodrigues de Souza, que participou da audiência, a obra só trará benefícios para a Cidade. “Estou empolgado. É realmente sensacional. Tenho certeza que todos nós, moradores e comerciantes, ganharemos com este novo shopping”. Já a moradora do Bairro Maracanã, Ângela Castro Menezes, destacou o potencial da Cidade para receber o empreendimento: “Não tem o que dizer. Este ‘lado’ da Cidade precisava de um empreendimento desse para trazer mais desenvolvimento. Com certeza vai ser maravilhoso”.

O projeto com as propostas de alterações viárias deverá ser enviado para a Câmara Municipal, para apreciação. Uma vez aprovado pelos vereadores, os empreendedores deverão promover as adequações nos projetos e, assim, apresentá-las para aprovação da Prefeitura, para que seja dado andamento aos procedimentos técnicos e administrativos. Não há previsão para início das obras, uma vez que há outros trâmites e ações pertinentes ao grupo empresarial, já que se trata de um empreendimento totalmente privado.